domingo, 23 de novembro de 2014

Quem sao os verdadeiros culpados?

Constava um comentario meu neste artigo do site Revista Sociedade Militar, ate hoje o unico sem resposta. Alias, agora que acabei de colocar o link direcionando ao referido artigo e nao consegui encontra-lo o comentario que fiz. Custa-me acreditar que os comentarios tenham sido deletados so por causa do que escrevi.

Em um outro blog que tenho (e nao e' da sua conta qual e') ate' escrevi 'a favor da dita intervencao militar, postagem que ficou la e foi retirada em menos de 24 horas. Foi durante aquela fase pos-suposta-reeleicao da Dilma Rousseff, periodo que demorou para digerir (se e' que a maioria dos brasileiros conseguiu enfiar na guela estas eleicoes forjadas).

Nos 21 anos em que os militares ficaram no poder, eles nao prestaram servico algum pelo Brasil, menos ainda para a democracia. Repousa na minha estante uma apostila do curso de Guerra Revolucionaria onde diz que as "formas de democracia" sao as "diretas, semi-diretas e indiretas". Diretas e' quando voce vota. Indireta e' quando alguem vota por voce. Se alguem vota por voce, com certeza se trata de um sistema de poder indireto, mas nao chame isto de democracia. Os militares doutrinavam isto aos soldados, de que naquela epoca havia democracia.

Na minha cidade natal ha uma estatua em homenagem ao ditador-marechal Tito, homem que reinou na extinta Yugoslavia com punhos de ferro. Meu pai estava no dia da inauguracao daquela estatua e me contou que os militares disseram que ele era um heroi porque lutou contra os comunistas e nazistas ao mesmo tempo. No livro "Estudo sobre Comunismo" de J. Edgar Hoover, o ex-diretor do FBI foi categorico em como Tito e Stalin divergiam entre si nos meios, mas nao nos objetivos. Tanto a Yugoslavia como a Uniao Sovietica buscavam o rumo de uma sociedade comunista. Em suma, os militares homenagearam um heroi comunista e me pergunto, sem saber?

A estatua do marechal-ditador Tito encontra-se no final de uma rodovia que antes se chamava General Milton Tavares de Souza, ex-combatente da Forca Expedicionaria Brasileira da 2a. Guerra e ex-diretor do DOI-CODI. Anos atras um grupo de esquerdistas se reuniram para homenagear o professor Zeferino Vaz, advinha quem mudou, a estatua ou o nome da estrada?

Li os livros do Elio Gaspari e, anos mais tarde, o "A Verdade Sufocada" do coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra. Este ultimo e' mais direto em varias questoes, e me parece mais honesto tambem. Uma foto publicada no livro em que a esposa do Ustra aparece costurando roupinhas de bebe ao lado da atriz Bete Mendes me convenceu por absoluto que estes bando de esquerdistas que hoje buscam indenizacao nao passam de conversa fiada. Inclusive, o livro, publicado em 2007, foi no calor destas indenizacoes. Mas como chegamos a este ponto?

Talvez o coronel Brilhante Ustra se interesse em buscar saber onde esta enterrado o cadaver do general Golbery do Couto e Silva e cagar em cima do tumulo. Este moleque - recuso-me a referir a ele como general - quis bancar o libertario e e' culpa dele que o gramscismo tenha prosperado dentro das academias brasileiras. Eu nao tive a oportunidade de estudar numa universidade publica, mas