terça-feira, 24 de novembro de 2015

Brasil pode encerrar 2015 com até 1 milhão de empregos perdidos

É grave a informação de que o país já acumula mais de 800 mil postos de trabalho fechados até agora. Em economia, para cada emprego é criado são 5 pessoas que se beneficiam diretamente. Isto significa que um total de 4 milhões de pessoas vai ter um Natal com frango assado, na melhor das opções.

O comércio aposta que em determinadas épocas como dia das mães, dia dos pais, páscoa e natal são períodos de maior consumo, porém, a situação catastrófica da economia brasileira já se arrasta desde os tempos da Copa do Mundo. Apesar dos artigos festivos (buzina, apito, chapel, bandeira verde-amarela) fazer grande sucesso em períodos do mundial, em 2014, quem apostou na venda desse tipo de mercadoria acabou acumulando mais estoque do que imaginava, até porque, não tivemos clima de copa já por causa da corrupção de estádios superfaturados, manifestações eclodindo em todos os cantos do país e repressão estatal agressiva. A expectativa para este Natal não será diferente do que houve com a Copa.

Um indicador são as vagas temporárias: é muito comum que em épocas de festas os shopping centers contrate uma mão de obra extra para dar conta do atendimento e volume de vendas. Os shoppings estão vazios há algum tempo, não se vende mais nada, portanto, quase não se vê divulgação de vagas temporárias em lugar algum.

O setor atinge também as induústrias que não aguentam mais: a MWM, fabricante de motores de linha pesada, fechou a fábrica no Rio Grande do Sul e 700 pessoas estão hoje sem emprego. Primeira pergunta: cadê o sindicato? Segunda pergunta: porque eles não organizaram os trabalhadores para protestar contra a atual ditadura petista que está sendo instalada?

Sindicato só serve para arrecadar dinheiro para o PT e a esquerda brasileira em geral. E não vão organizar os trabalhadores contra eles mesmos porque praticamente todos os sindicatos deste país são submissos à CUT, portanto, ao PT e Foro de SP. Com efeito, tanto o trabalhador como o empresário são reféns do comunismo.

Mas agora a fonte secou e em breve a população aclamará por sangue. "E de quem é a culpa desta situação toda?" - perguntarão. Claro que é da Dilma Rousseff, do Lula, do PT e do Foro de São Paulo. Estas pessoas são as maiores inimigas do Brasil e do mundo inteiro.