domingo, 4 de janeiro de 2015

Faça dinheiro com as tralhas que você não usará mais

Esta postagem tem como intuito ajudar as pessoas a sair um pouco do aperto financeiro e vislumbrar novas possibilidades de fazer dinheiro legalmente e com a ajuda da internet.

Dentro de um processo de compra de um produto estão os seguintes passos: identificação da necessidade, busca por informações, compra, avaliação da compra e descarte.

Muitas vezes não pensamos que é possível fazer dinheiro com a última fase deste processo, o descarte de um produto, seja porque está obsoleto ou quebrado, ou ainda fazemos este processo naturalmente com alguns tipos de produto que nem chegamos a reparar direito.

Por exemplo, num processo de compra de um carro novo nós vendemos o antigo como parte do pagamento. Assumimos isto como algo normal e natural, tão espontâneo que nem cogitamos fazer a mesma coisa, por exemplo, com cartuchos usados de uma impressora.

Ou talvez um laptop quebrado valha alguma coisa na internet? Que diria então uma roupa usada?

Recentemente vendi quase todos os meus CDs de rock, grunge e heavy metal. Há certas coisas que não valem nada numa determinada época e, com o passar do tempo, passam a valer uma fortuna. Foi o que aconteceu com um livro que eu tinha chamado “TAZ – Zona Autônoma Temporária” do Hackim Bey, um livro de temática anarquista que nem sequer está atualizado, já que fala em BBS... Porém, com a chegada das manifestações em 2013, me parece que o tema passou a ser valorizado e, um livro que comprei por R$ 15.00 em 2001 estava valendo R$ 80.00 em 2013.

Os jogos e os consoles do Atari já tiveram dias melhores. Já vi um Atari 2600 ser vendido por até R$ 800.00 na internet e hoje o mais caro que encontrei foi na faixa de R$ 250.00 a 350.00. O mesmo aconteceu com o telefone tijolinho, que antes era vendido por pelo menos R$ 150.00 e hoje pode ser encontrado por R$ 25.00.

Eu me lembro de quando compramos nosso primeiro computador, um Itautec Pentium 100 com Windows 95 instalado, valia uma fortuna em 1995. Já em 1998 o computador era defasado. Usei o meu até 2001, quando depois desmontei e guardei algumas das peças. Anos mais tarde, achei um novo gabinete na rua e com uma placa mãe, resolvi montar e instalar o Windows 3.11 só por diversão. Depois daquilo, joguei no lixo. Hoje, no entanto, vi um sujeito vendendo o mesmo computador que eu tinha por R$ 500,00. Ah se eu tivesse guardado...

Se tiver um computador ou laptop quebrado, tente vende-lo do jeito que está. Porém, se não conseguir, você pode desmonta-lo e vender as peças que ainda estão boas. Muitas pessoas levam seus computadores para o conserto porque acha mais barato que comprar um novo. Não obstante, várias dessas lojas de assistência técnica não possuem estoque próprio e, quando não encontram uma peça disponível para a venda com o fornecedor, estas empresas recorrem ‘a internet para comprar a peça de alguém e terminar o reparo. Algumas coisas são grandes demais e o frete sai muito caro, por isso quase ninguém se interessa por um gabinete de computador. Mas as outras peças menores são passíveis de serem vendidas por causa do tamanho e do valor do frete baixo.

Eu tenho uma coleção de chips de processador e fiquei impressionado com o valor de alguns desses chips na internet, e mais chocado ainda em saber que eu não sou o único que os coleciona. Um processador Intel 386 está sendo vendido na faixa de 20 a 40 dólares no e-Bay, um Pentium 100 chega a valer até R$80.00 no Mercado Livre. Isto sem falar na Bios kkkkkkk.........

Brinquedos antigos é o que está em alta ultimamente e se estiver funcionando melhor ainda. As pessoas no geral procuram por coisas que fizeram muito sucesso no passado e querem algo que os conecte de volta ‘as lembranças da infância. Os bonecos dos Comandos em Ação são o exemplo perfeito disso.

Não há limites para o que pode ser vendido e comprado. Eu sempre gostei de desmontar aparelhos eletrônicos para transforma-los em outra coisa. Ano passado eu joguei fora um monte de motor elétrico de impressora que juntei nos últimos anos. Quando vi um sujeito vendendo esses motores na internet por R$ 60.00 quase cai da cadeira. Até mesmo o celular antigo tem condições de ser vendido. Procure guardar a caixa e o manual que vem no celular. Eu não sei onde tem, mas minha irmã vendeu os dela por um bom preço para uma loja de assistência técnica. Certa vez ganhei no supermercado uns vouchers de uma companhia aérea e até ISTO eu vendi na internet.


Lembre-se sempre: manter um aparelho funcionando em circulação também é uma forma de contribuir para o meio ambiente.

Bom, fica a recomendação aqui para você pesquisar o valor das coisas antes de joga-las fora. Ou, se preferir, faça uma lista das coisas que você quer se livrar e pesquise na internet. Você vai se surpreender com o valor que certas coisas possuem hoje.